Campo Bom investe mais de R$ 700 mil na compra de exames para zerar demanda reprimida de atendimentos

hush naidoo jade photography yo01Z 9HQAw unsplash

Entre as aquisições, estão densitometrias ósseas, colonoscopias e endoscopias, que são de responsabilidade do Estado

A Prefeitura de Campo Bom, sempre atenta aos exames que apresentam maiores demandas na rede pública de saúde e a fim de zerar as filas para esses tipos de atendimentos, adquiriu 2.550 exames médicos que vão servir aos pacientes campo-bonenses. O investimento foi de R$ 738 mil e o quantitativo dos procedimentos é: consultas com médico vascular (500), ecografias articulares (600), ecografias venosas (300), ecografias arteriais (100), ecografias de carótidas (50), ecografias vertebrais (50), densitometrias ósseas (150), colonoscopias (300) e endoscopias (500). Alguns atendimentos já foram iniciados em junho e outros, como colonoscopias e endoscopias, serão realizados a partir de agosto.

Para o prefeito Luciano Orsi, a Administração Municipal agiu por entender que os pacientes, principalmente no caso de exames de competência do governo estadual, não podiam mais esperar. “Há procedimentos em que poucos dias têm impacto enorme na constatação e no tratamento de problemas de saúde, portanto atuamos com o objetivo de salvar vidas”, observa. “O chamamento já foi iniciado e a expectativa é de que todos os campo-bonenses que precisam de algum dos exames sejam atendidos em breve nas clínicas credenciadas junto ao Município”, destaca a secretária de Saúde Drª Suzana Ambros Pereira.

Foto: Reprodução/Internet


Imprimir