Campo Bom investiu mais de R$ 5,5 milhões em tecnologia na rede municipal de educação

DSC02460

Programa Empreender é Ação prepara o aluno para as exigências da vida profissional

Salas de aula diferenciadas, com materiais diversificados como lousas digitais, kits de robótica e de programação (Explorador Kids, Arduíno e Micro:Bit), equipamentos de prototipagem (impressora 3D), desktops, chromebooks, tablets, telas interativas e acesso à internet de alta velocidade, são realidade na rede municipal de ensino de Campo Bom. Tudo isso é resultado de uma caminhada que teve início em 2017 e, desde então, registra uma crescente de atividades que contemplam os diferentes níveis da formação dos alunos. “No caminho que o aluno percorre dentro da trilha de ensino da rede municipal de Campo Bom, ele é instigado a identificar, desenvolver e aprimorar suas capacidades, com foco principal no empreendedorismo, criatividade e tecnologias”, afirma o prefeito Luciano Orsi.

Esse diferencial, além de cumprir seu principal objetivo: oferecer formação da melhor qualidade aos alunos; também destaca o Município em nível estadual e nacional. Recentemente, o projeto de empreendedorismo na rede municipal de ensino de Campo Bom foi reconhecido no Prêmio Prefeito Empreendedor, do Sebrae, categoria Educação Empreendedora, como o melhor do RS. Aprendizagem Criativa é outra ação que foi premiada com o troféu Mérito Boas Práticas Educativas.

Com a proposta de oportunizar experiências ao longo da trajetória escolar, surgiu o programa Empreender é Ação. Os investimentos no projeto já ultrapassam a casa dos R$ 5,5 milhões. Nesse período foram adquiridos 268 notebooks de uso pedagógico, 144 desktops de uso administrativo escolar, 316 desktops para uso pedagógico nos Laboratórios de Informática das Escolas (LIEs), 740 chromebooks para os professores, 795 chromebooks para os alunos, 23 carrinhos de recarga estação móvel, 168 kits Explorador Kids, 85 kits de robótica (10 estruturais e 75 eletrônicos), 91 kits Inventura Micro:Bit, 12 impressora 3D, 12 telas interativas – 1150 tablets para uso no AEE e projeto de Leitura plataformas virtuais; além de 720 fones de ouvido, 116 projetores para uso em sala de aula, 50 caixas de som, 50 kits de microfone sem fio, 21 switch gerenciável e rack, 100 aps gerenciáveis para wi-fi e rede de fibra ótica com 100Mbps por escola com link dedicado. “O Programa Empreender é Ação foi elaborado com base nas práticas desenvolvidas no município, com o intuito de se tornar uma ação geral, realizada e adotada na rede municipal de ensino como um todo, com base nas evidências sobre a transformação que o empreendedorismo pode causar nos alunos, futuros cidadãos ativos em nossa sociedade”, diz a secretária Simone Schneider.

Entre as ações que contemplam toda a rede municipal de ensino, pode-se destacar a formação de gestores, professores e profissionais da Secretaria de Educação e Cultura, realizada com parceria do Sebrae; a disciplina Educação em Tecnologias – Edutec; projeto de Aprendizagem Criativa; Programação e Robótica; projeto de Olho no Futuro que visa oferecer qualificação profissional; Curso Java, com parceria da Universidade Feevale; e a formação continuada que promove encontros de capacitação voltados aos docentes.

O empreendedorismo na rede municipal de ensino de Campo Bom não para por aí. A Smec, com aval do prefeito Luciano Orsi, já projeta a criação de um Centro Tecnológico Municipal, no qual o aluno tenha oferta de mais ações que irão auxiliá-lo a trilhar caminhos dentro da sua formação, desde a educação infantil, no ensino fundamental até chegar no ensino médio.


Imprimir